Com realização de ARTREC E VEIGA PRODUÇÕES, o show que une o cantor e compositor com o grupo musical chega a Ribeirão Preto dia 20 de outubro

 

 

Exímio violonista e compositor de inúmeros sucessos, parceiro mais produtivo de Vinícius de Moraes, com quem imortalizou canções durante 10 anos de parceria, Toquinho reúne extensos talento e versatilidade para compartilhar o palco com outros ícones da música popular brasileira, da mesma grandeza e peculiaridades musicais. Desta vez, terá como parceiros os Demônios da Garoa, lenda viva da música brasileira, que tem a cara de São Paulo, com estilo inconfundível e forma original de interpretar com humor o linguajar cotidiano do povo paulista, que hoje, todo mundo conhece através de mais de sete décadas da carreira deste surpreendente e animado grupo.

Na comemoração de 75 anos de carreira, os Demônios da Garoa provocam em cada apresentação um entusiasmo singular na plateia. Agradam desde os mais antigos que acompanham o conjunto, até os mais novos expectadores, que descobriram alegria e a personalidade marcante do grupo, com suas vozes inconfundíveis. E é justamente o mesmo fenômeno que acontece nas apresentações de Toquinho, que, com mais de 50 anos de trajetória musical, tem seu público renovado e sempre participativo em cada show.

 

Resulta daí um espetáculo cuja dinâmica melódica se estende pelo bom humor alicerçado na longa amizade que os une. Atuando juntos ou separados, o show flui numa constante parceria. Apresentam-se separadamente, depois fazem uma música na intersecção das atrações e no final fazem mais dois ou três números juntos interpretando canções que o público aprendeu a gostar e a cantar junto.     

 

Assim, o público poderá reviver sucessos como Tarde em Itapuã, Regra Três, Testamento, Meu Pai Oxalá, Aquarela e cantar junto com Toquinho, assim como as memoráveis composições que nas vozes dos Demônios da Garoa perpetuam a consolidam as raízes paulistanas, tais como Trem das Onze, Saudosa Maloca, Samba do Arnesto, Iracema, As Mariposas, Tiro ao Álvaro, Samba da Garoa, e outras.

 

 

 

 

SERVIÇO

TOQUINHO E DEMÔNIOS DA GAROA

Dia 20 de outubro

Sábado, às 21h

Theatro Pedro II

Classificação: Livre

1h30

 

INGRESSOS

Setor

Valor

Meia-Entrada

Galeria

R$  110,00

R$ 55,00

Balcão Simples

R$  140,00

R$ 70,00

Balcão Nobre

R$  180,00

R$ 90,00

Plateia B e Frisa

R$  230,00

R$ 115,00

Plateia A

R$  260,00

R$ 130,00

 

* Crianças até 24 meses que fiquem sentadas no colo dos pais não pagam

**Descontos não cumulativos a demais promoções e/ ou descontos;

*** Pontos de vendas sujeito à taxa de conveniência;

**** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso ao auditório;

***** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais
- IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
- ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: www.documentodoestudante.com.br 
- PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
- APOSENTADOS E/OU PENSIONISTAS DO INSS (que recebem até três salários mínimos) mediante apresentação de documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do RS ou outras Associações de Classe devidamente registradas ou filiadas. Válido somente para espetáculos no Teatro do Bourbon Country e Auditório Araújo Vianna.
- DOADORES REGULARES DE SANGUE mediante apresentação de documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue. São considerados doadores regulares a mulher que se submete à coleta pelo menos duas vezes ao ano, e o homem que se submete à coleta três vezes ao ano.

******Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.

 

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sujeito à taxa de serviço):

Site: www.ingressorapido.com.br 

 

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sem taxa de serviço):

Bilheteria do Theatro Pedro II

 

Formas de pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito

 

O Barítono Gabriel Locher apresenta no próximo dia 20 de outubro seu  show "O Novo Crooner Brasileiro".


No show, Gabriel resgata a figura do cantor de voz potente que se   apresenta frente a orquestras e Big Bands com arranjos ricos e   melodiosos. Vozes internacionais como Frank Sinatra, Nat King Cole,   Luciano Pavarotti e brasileiras como Orlando Silva, Nelson Gonçalves,   Francisco Alves e Dick Farney são alguns dos cantores homenageados  nesse show, que conta com clássicos como: New York New York, A volta do Boêmio, All of Me e O Sole Mio, entre outras canções.

 


Formado em Musica pela Escola de Comunicação e Artes da USP Ribeirão Preto, Gabriel é barítono, natural de Ribeirão Preto. Iniciou seus estudos de canto e teatro aos 17 anos com a maestrina Gisele Ganade e com o ator/diretor André Cruz. Participou do elenco nas montagens da cantata “Carmina Burana" de Carl Orff e nas óperas "A Flauta Mágica" de Mozart, "Pagliacci" de Leoncavallo, “O Barbeiro de Sevilha” de Rossini e dos musicais "Hair" de Weller, "Ópera do Malandro" de Chico Buarque e os "Saltimbancos" de Luiz Enriquez, na Cia. Minaz. Atuou sob a batuta de maestros como Roberto Minczuck, Julio Medaglia, Norton Morozowicz, Cláudio Cruz entre outros. É regente/arranjador do Coral  
Aquarela (Sindicato dos Servidores Municipais) e regente do Coral São Francisco (Grupo São Francisco Saúde). Em abril de 2011 foi finalista do Concurso Internacional de Canto Maria Callas. Foi o protagonista na estreia brasileira da ópera "O Basculho da Chaminé" de Marcos Portugal. Em 2013, foi solista no Requiem de Brahms sob a regência do Maestro alemão Phillip Amellung juntamente com o Coral da Universidade de Tübingen (Alemanha) e Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Participou de toda a turnê brasileira do espetáculo Rod Hanna on Broadway cantando o musical "O Fantasma da Ópera“. Há quarto anos pesquisa o repertório dos crooners brasileiros e estrangeiros para a  
idealização desde espetáculo,


O show “O Novo Crooner Brasileiro” integra a programação cultural de Outubro do SESI, Unidade Castelo Branco em Ribeirão Preto, a partir das 20 horas, com entrada gratuita.


SERVIÇO
Show "O Novo Crooner Brasileiro"
Local: SESI Castelo Branco - R. Dom Luís do Amaral Mousinho, 3465
Dia: 20 de Outubro de 2018
Horário: A partir das 20 horas.
Entrada Gratuita. (Ingressos podem ser retirados diretamente na  
Secretaria do SESI ou reservados pelo site MEU SESI)

Os portões abrirão 1 hora antes do show.


02 out/18

Cia Dança Vida estreia Corpo de Som

postado por Diogo Branco

Novo espetáculo de dança contemporânea é uma homenagem ao percussionista Naná Vasconcelos einspirado em sua frase: "o primeiro instrumento é a voz e o melhor é o corpo". Apresentação acontece no dia 09 de outubro, às 20h30, em Ribeirão Preto

 

A Cia. Dança Vida, de Ribeirão Preto, apresenta seu novo espetáculo “Corpo de Som”, no dia 09 de outubro (terça-feira), às 20h30, no Theatro Pedro II. O espetáculo apresenta algumas das últimas composições de Naná Vasconcelos, especialmente compostas para este balé.

 

 

O espetáculo, que traz toda a trilha de Naná Vasconcelos, conta com elenco da Cia. Dança Vida, composto por Bruno Oliveira, Dallila Pereira, Fabiana Pott da Silva, Mariana Leônidas, Wellithon Cardoso, Paula Vital dos Reis e Tiago Figueiredo. A criação, pesquisa e direção é Paula Vital dos Reis. A coreografia de Bruno Oliveira, Fabiana Pott e Paula Vital dos Reis - com a colaboração criativa de todo o elenco.

 

Corpo de Som é uma homenagem ao percussionista – também padrinho da Cia. Dança Vida – que faleceu em março de 2016. “É uma apresentação dedicada a esse corpo de som que era o Naná e continua sendo, infinitamente, nas músicas que criou, com todo amor e gratidão”, explica Paula Vital, diretora da Cia. Dança Vida.

 

O início

Segundo a bailarina e diretora da Cia. Dança Vida, o encantamento pelo trabalho do percussionista Naná Vasconcelos começou quando ela ouviu a música “Amazonas”, pela primeira vez, em 1982. A música trazia sons do seu corpo e da floresta. “Compreendi que a dança tinha um papel fundamental em minha existência e entusiasmada por esse entendimento, passei a estudar dança formalmente. Naná tinha a mesma conexão com o som que eu tinha com a dança. E a verdade pulsante fez com que um dia nos encontrássemos fisicamente”. Após 21 anos, Paula Vital e Naná Vasconcelos se conheceram pessoalmente e ele se tornou então, um parceiro, um amigo e uma espécie de pai espiritual. “Era incrível saber da ressonância que existia entre nós, pois ele era um músico famoso, conhecido internacionalmente, tinha vivido muito tempo na Alemanha e em Nova York, tocou com nomes como Miles Davis e, de uma maneira muito simples, natural e verdadeira passamos a desenvolver um trabalho juntos”, relembra a bailarina.

 

Em 2003, Paula Vital conheceu Naná no camarim do Theatro Pedro II, após uma apresentação dele com a Orquestra Sinfônica de Ribeirão - foi quando ele conheceu o Projeto Dança Vida e o desejo da bailarina em trabalhar com ele um dia. Em 2004, Paula Vital criou o espetáculo em homenagem a Naná Vasconcellos, por ocasião dos seus 60 anos, chamado “Jeroky – Brincando com o corpo”. Desde então, passou a ser padrinho do Projeto Dança Vida. No ano seguinte, em 2005, com o espetáculo “Corpos de Luz”, a parceria se concretizou e ele compôs especialmente para o balé. “Estávamos trabalhando juntos com a criação do Corpo de Som quando descobrimos que ela estava doente e, no meio do processo, ele deixou um espaço para cuidarmos das sementes que nos deixou”, mostra.

 

SERVIÇO

Espetáculo Corpo de Som – com A Cia. Dança Vida

Data: 09 de outubro (terça-feira)

Horário: 20h30

Local: Theatro Pedro II - Rua Álvares Cabral, 370 - Centro

Valor: R$ 15,00 (antecipado) e R$ 30,00 (na bilheteria no dia do espetáculo)

Informações e vendas: (16) 3977-8111 (Theatro Pedro II) ou (16) 3911-4204 com a produção

 

FICHA TÉCNICA

Criação, pesquisa e direção: Paula Vital dos Reis

Coreografia: Bruno Oliveira, Fabiana Pott e Paula Vital dos Reis - com a colaboração criativa de todo o elenco.

Música: Naná Vasconcelos

Assessoria na edição da trilha: Gil Jardim e Paulo Lepetit

Assistentes de direção e ensaios: Bruno Oliveira e Fabiana Pott da Silva

Cenografia: Paula Vital dos Reis

Assessoria para execução de cenário: Caio Nagano

Figurino: Paula Vital dos Reis

Iluminação: Michel Mika Masson

Estúdios: Elo Music Produções e Edições Musicais e Nova Digital Produção Musical

Produção e Direção Artística: Paula Vital dos Reis

Produção executiva: Isadora Silva Ávila

Assistente de Produção: Carol Palmeira Colela

Cenotécnico: Marco Antônio Cardoso

 

Músicas:

  • A Criação (música inédita especialmente composta para este balé)
  • Respire fundo e diga 33 (música inédita especialmente composta para este balé)
  • Buquê de flores (música inédita especialmente composta para este balé)
  • Hey Daba Dum
  • Ondas