Atividade irá debater o livro “Teatro das Oprimidas: estéticas feministas para poéticas políticas” e será realizada remotamente através de transmissão ao vivo no Instagram e nova plataforma da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto

 

 

 

 

Completando a semana de atividades da 40tena Cultural – evento promovido pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto que leva atividades culturais, debates, contações de histórias e shows on-line – acontece nesta quinta-feira (12/11), às 19h, bate-papo com a escritora e diretora teatral, Bárbara Santos. O encontro, mediado pela atriz e produtora cultural, Adriana Scannavez, irá abordar o livro “Teatro das Oprimidas: estéticas feministas pra poéticas políticas”, de autoria de Bárbara Santos. A atividade será transmitida, ao vivo, pelo Instagram e nova plataforma da instituição https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/).

 

 

“Teatro das Oprimidas: estéticas feministas pra poéticas políticas” é a terceira obra de Bárbara, resultado de uma experiência teatral que contou com uma equipe de atrizes teatrais feministas - a Rede Ma(g)dalena Internacional. O livro mostra um trabalho investigativo e metodológico do convívio que teve com o grupo. “Fazer o livro foi parte desse processo: fui anotando a parte prática e estrutura da Rede. É resultado desses encontros e experiências que tive”, comenta a autora.

 

Ela conta que o livro é fruto do impacto na vida das pessoas, em que dezenas de grupos feministas formaram a Rede, com diversos festivais. “É um trabalho, ao mesmo tempo, que é fruto do impacto das vidas de centenas de mulheres envolvidas nesse projeto. Para muitas feministas, esse livro vai se tornar uma espécie de ferramenta de trabalho”, destaca.

 

Por dialogar para um público diferente, durante o bate-papo on-line, a autora acredita que vai levar o assunto para pessoas que, talvez, não tenham tido acesso à publicação. “Tenho uma expectativa de alcançar outras áreas e pessoas, além dos meus seguidores. São pessoas que vão poder entrar no debate, e quero ampliar essa discussão”, revela.

Bárbara Santos é atriz, dramaturga, performer, diretora teatral, autora de três livros e fundadora da Rede Ma(g)dalena Internacional de Teatro das Oprimidas, formada por grupos de artistas-ativistas da América Latina, África e Europa. Vive em Berlim desde 2009 onde é diretora artística do espaço teatral KURINGA.

 

PROGRAMAÇÃO SÁBADO

No sábado (16/11), às 16h, acontece mais uma atividade da 40tena Cultural: a contação de história “Da criação do mundo às lendas tribais africanas”, com o ator Evaristo Moura ou, como é conhecido, La Diva Croquete. A história contará a visão do povo africano sobre a criação do mundo, citando a religião e seus orixás, com toda a história do folclore africano. “Já estou preparando o figurino, pensando em todo o enredo das histórias, e espero transmitir conhecimentos, histórias e o lúdico com os contos”, destaca Evaristo.

 

SERVIÇO

Bate-papo: “Teatro das Oprimidas: estéticas feministas para poéticas políticas”
Data: 
12 de novembro (quinta-feira), às 19h
Redes: https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/) e Instagram (@fundacaolivrorp)
Com: Bárbara Santos, autora do livro, e mediação de Adriana Scannavez, atriz e produtora cultural

 

Contação de História: “Da criação do mundo às lendas tribais africanas”
Data: 14 de novembro (sábado), às 16h
Redes: https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/) e Instagram (@fundacaolivrorp)
Com: Evaristo Moura, ator

 

 

40tena Cultural

Durante mais de sete meses de programação consecutiva, a 40tena Cultural já realizou mais de 70 atividades e interagiu com mais de 25 mil pessoas. O projeto, realizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, tem como proposta incentivar as pessoas a ficarem em casa durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). Semanalmente, são divulgadas atividades que abrangem desde as transmissões ao vivo com artistas e convidados até contação de histórias para crianças, shows, dicas e discussões de livros. Para acompanhar a programação semanal, basta acessar as redes sociais da Fundação do Livro e Leitura:

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (facebook.com/FundacaodoLivroeLeituraRP)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma www.fundacaodolivroeleiturarp.com

 

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.