Atividade, que terá a história “Kalimba” como atração, integra a programação do evento realizado pela ABIC – A Brincadeira como Inclusão da Criança. Durante toda a manhã serão promovidas ações para que crianças com e sem deficiências tenham a oportunidade de brincarem e se divertirem juntas

 

 

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, a convite da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, realiza neste sábado (11/12), às 10h30, a atividade de Contação de História “Kalimba”, no Parque Maurílio Biagi (Avenida Elpídio Gomes, 327, Vila Amelia), em Ribeirão Preto. Após a realização, o conteúdo estará disponível no site da Fundação (https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/) para acesso.

 

O evento, que acontece de forma presencial e gratuito, terá ainda brincadeiras e atividades de conscientização realizadas pela ABIC (A Brincadeira como Inclusão da Criança) - que consiste em reunir crianças com e sem deficiências para brincarem juntas, desfrutando de atividades lúdicas, interativas, culturais, artísticas, esportivas e sensoriais. Também serão arrecadados produtos de higiene para doação à Associação In Pacto, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

 

Contação de História

A história do livro infantil angolano, “Kalimba”, escrito por Maria Celestina Fernandes, conta as aventuras do menino Kababo e de seu amigo, o pássaro Kalimba, e será contada por Palmira Souza Osunwende, pedagoga, produtora cultural, arte-educadora. A atividade também terá interpretação em Libras e tem curadoria da Pretoteca Zenaide Zen, parceira da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

 

SERVIÇO
Contação de História “Kalimba”, inspirada no livro de Maria Celestina Fernandes
Com Palmira Souza Osunwende, pedagoga, produtora cultural, arte educadora
Data: 11 de dezembro (sábado)
Horário: 10h30
Local da atividade: Parque Maurílio Biagi – Avenida Elpídio Gomes, 327, na Vila Amelia, em Ribeirão Preto.
Evento gratuito


Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e neste ano de 2021 realizou sua 20ª edição, pela primeira vez, no formato on-line, devido à pandemia do novo Coronavírus. O evento permitiu a presença e a interatividade do público e conectou um público de 27 países: foram aproximadamente 110 horas transmitidas ao vivo e on-line, no período de 20 a 29 de agosto, num total de mais de 60 atividades.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.