Evento, promovido pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, abre espaços de atuação para mais de 100 profissionais do setor cultural entre os dias 25 e 27 de abril, das 19 às 23 horas

 

Há um ano enfrentando os desafios da adaptação à nova realidade trazida pela pandemia de Covid-19, as atividades ligadas à economia criativa ganham neste mês uma nova oportunidade de trabalho, com a realização, entre os dias 25 e 27, das 19 às 23 horas, do projeto Revolução Poética – Festival de Ideias. Promovido pela Fundação do Livro e Leitura  de Ribeirão Preto, o evento contará com a participação de diversos artistas e intelectuais ligados à poesia e a manifestações relacionadas ao fazer poético, além de profissionais ligados aos setores de cultura, audiovisual e comunicação.

 

Ao todo, mais de 100 profissionais, entre palestrantes, mediadores, mestres de cerimônia, artistas de diversas áreas, produtores, diretores, assistentes, jornalistas e intérpretes de Libras participarão do evento. “Com o início da pandemia, o setor de eventos foi o primeiro a ser paralisado e, com toda certeza, será o último a retornar, integralmente, às suas atividades. Colaborar com o setor cultural e da economia criativa municipal é um privilégio para a Fundação”, comenta a produtora Priscila Prado, do Núcleo de Programação e Produção da Fundação.

 

A superintendente da Fundação do Livro e Leitura, Viviane Mendonça, explica que, com este novo festival, a instituição abre mais perspectivas profissionais ao setor cultural. “Com isso, possibilitaremos a geração de diversos empregos, bem como oportunidades a áreas multidisciplinares que visam promover a educação e a cultura”.

 

Desde o início da pandemia, para continuar levando cultura e incentivando o hábito da leitura, a Fundação migrou todas as suas atividades para o ambiente virtual, inicialmente com o projeto “40tena Cultural”, que realiza atividades de diversas modalidades artísticas em suas plataformas e redes sociais. São eventos diversos, como bate-papos, oficinas, palestras, shows musicais, contações de histórias, debates, além dos programas fixos do Plano Anual da entidade, como o Núcleo de Contadores de Histórias e Clube do Livro.

 

Em setembro do ano passado, um destaque desta agenda virtual foi o projeto “20 Horas de Literatura”, que também movimentou o setor da economia criativa local em torno do debate sobre 20 palavras que marcaram as duas últimas décadas, em comemoração aos 20 anos da FIL – Feira Internacional do Livro.

 

Assim como nas “20 Horas” e demais ações realizadas no último ano, o “Revolução Poética” terá transmissão on-line, com a mínima participação de profissionais no ambiente físico em cada noite, seguindo a um rígido protocolo de segurança. “Serão apenas 20 profissionais por dia de evento no mesmo local, entre artistas, debatedores e técnicos. Os palestrantes, assim como o público, estarão em suas casas, participando e acompanhando virtualmente”, apresenta Priscila.

 

Atenções voltadas para a poesia

A poesia como ferramenta de consciência crítica, arte, entretenimento e reflexão. São esses os principais propósitos do projeto “Revolução Poética – Festival de Ideias”. O evento será realizado entre os dias 25 e 27 de abril, das 19 às 23 horas, no palco do Instituto SEB – A Fábrica, sem público, com transmissão ao vivo na plataforma digital da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (www.fundacaodolivroeleiturarp.com) e em seus canais nas redes sociais.

 

Na programação, estão confirmados nomes como Coletiva Sarau DisseMinas, Ni Brisant, Leser MC, Leo Otero, Alma - Academia Livre de Artes e Música, Tânia Alonso, Thais Foresto, De Lucca Circus, Alfredo Pena-Vega, Maria Adélia de Souza, Philip Fearnside, Zuenir Ventura, Alexandre Ribeiro e Manuela Salau Brasil.

 

Segundo a presidente Dulce Neves, “o objetivo da Fundação do Livro e Leitura é valorizar a poesia como linguagem e manifestação artística e apontar um caminho para a formação de leitores conscientes e críticos, bem como propiciar cultura de qualidade durante a pandemia do novo Coronavírus”. A entidade também visa estimular o público a consumir arte e cultura, dentro de casa, cumprindo a necessidade de distanciamento e isolamento sociais.

 

O projeto tem em sua base as ideias e reflexões do antropólogo, filósofo e sociólogo francês Edgar Morin, homenageado especial da 20º edição da FIL – Feira Internacional do Livro, promovida pela Fundação do Livro e Leitura.  Segundo o autor em sua obra “A Via”, a vida estaria dividida entre o estado prosaico, em que se encaixariam o trabalho, a rotina e as atividades frias e mecânicas; e o estado poético, de grande carga emocional, em que as artes são o cerne e o fim.

 

Adriana Silva, curadora da 20ª Feira Internacional do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (FIL), vice-presidente da Fundação e idealizadora do projeto, afirma que o festival coloca em evidência o poder da poesia que, segundo ela, nada mais é do que o poder da palavra crítica. A curadora expressa que fazer o Revolução Poética, em homenagem a Edgar Morin, é uma oportunidade de permitir que as pessoas entendam sua frase, quando diz: “todos os homens referindo-se à humanidade, aos seres humanos na sua forma mais ampla, necessitam de poesia”. 

 

O “Revolução Poética – Festival de Ideias” foi contemplado pelo edital ProAc Expresso LAB 40/2020 criado através da Lei Aldir Blanc. Trata-se de um projeto realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Instituto SEB e Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

 

 

PROGRAMAÇÃO

Para definir o tema central do “Revolução Poética – Festival de Ideias”, a Fundação do Livro e Leitura resgata a importância da cultura na sociedade a partir da reflexão sobre as velhas e novas utopias, tema da Feira Internacional do Livro (FIL) de 2021, que acontecerá em agosto.

O primeiro dia de atividades (25/4) do festival será dividido em dois temas. Das 19h às 21h, a noite começa com a exibição de um filme do documentarista Leo Otero, dando início ao debate sobre o tema “Velhas Utopias”, seguido  pelo ecólogo Philip Fearnside. O painel seguinte, sobre as “Novas Utopias”, das 21h30 às 23h, promoverá um debate com o jornalista e escritor Zuenir Ventura e apresentação do projeto Alma (Academia Livre de  Artes e Música de Ribeirão Preto).

 

“A utopia realizada” é o tema de abertura do segundo dia do evento (26/4), com apresentação das atrizes e contadoras de histórias Tânia Alonso e Thais Foresto e palestra do escritor Alexandre Ribeiro. Em seguida, “A maior das utopias” será apresentada através de um espetáculo do De Lucca Circus, seguido pelo debate com Manuela Salau Brasil, assessora da Incubadora de Empreendimentos Solidários (IESOL/UEPG).

 

Já no último dia (27/4), os bate-papos e atividades artísticas da primeira parte da programação vão propor ideias e discussões sobre a temática “Necessidades poéticas do ser humano – Utopia?”, com a presença da Coletiva Sarau Disseminas, do escritor e educador Ni Brisant, e palestra do professor e pesquisador do Centre Edgar Morin (EHESS/CNRS), Alfredo Pena-Vega. E, em seguida, o tema “Por uma outra globalização – entre utopias e distopias” será o mote da atividade com o músico e produtor cultural, Leser MC. O último painel do evento será com a professora Maria Adélia de Souza.

 

SERVIÇO


O que: “Revolução Poética – Festival de Ideias”

Data: 25 a 27 de abril de 2021
Horário: 19h às 23h

Transmissãowww.fundacaodolivroeleiturarp.com e nos seus canais nas redes sociais.

 

Programação completa:
25 de abril – domingo
Tema: “Sobre as velhas utopias”
- Filme "Pioneira Luta", de Leo Otero | a partir das 19h
- Debate sobre o tema com Philip Fearnside (ecólogo) | a partir das 19h30

 

 Filip Searnside


Tema: “Sobre as novas utopias”
- Conglomerados utópicos, distópicas paisagens com Academia Livre de Música e Artes - Alma | a partir das 21h

 

 Alma 1 - Vinícius Barros


- Debate sobre o tema com Zuenir Ventura (jornalista e escritor) | a partir das 21h30

 

 Zuenir Ventura

 

26 de abril – segunda-feira
Tema: “A utopia realizada”
- Cidade das Mulheres com Tânia Alonso e Thais Foresto (contadoras de histórias) | a partir das 19h
- Debate sobre o tema com Alexandre Ribeiro (escritor) | a partir das 19h30

 

Tema: “A maior das utopias”
- Devaneios com De Lucca Circus | a partir das 21h

 

 De Lucca Circus Show. Foto: Ana Casanona


- Debate sobre o tema com Manuela Salau Brasil (assessora da Incubadora de Empreendimentos Solidários) | a partir das 21h30

 

27 de abril – terça-feira
Tema: “Necessidades poéticas do ser humano – Utopia?”
- Vozes Bússolas: Poesia como arte do risco com Coletiva Sarau Disseminas e Ni Brisant (educador e escritor) | a partir das 19h
- Debate sobre o tema com Alfredo Pena-Vega (professor e pesquisador do Centre Edgar Morin) | a partir das 19h30

 

 Alfredo Pena Vega

 

 

Tema: “Por uma outra globalização – Entre utopias e distopias”
- Show Do lado de cá com Leser MC (músico e produtor cultural) | a partir das 21

 

 

Debate sobre o tema com Maria Adélia de Souza (professora universitária e geógrafa) | a partir das 21h30

 

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas sua realização foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

12 abr/21

Floresthá lança "o que não cabe''

postado por Diogo Branco

Floresthá é mulher de coração-semente que se descobre floresta. Às vezes densa, às vezes leve, cultiva a música e a performance como ferramentas em sua identidade visual.

 


Seu primeiro lançamento, o single de “O que não cabe”, estreará como abertura para o Ep. “HABITAT”. Nele, cinco músicas que serão lançadas ao longo de 2021, revelam através das letras, arranjos e show, uma pesquisa de texturas e cores que potencializam a essência do habitar, buscando realçar tanto seu significado literal, quanto o seu significado metafórico de pertencimento, lar, segurança para ser quem se é. A partir da produção musical e da Live Performance e influenciada, ainda, por sua vivência nas artes cênicas, Floresthá busca unir trilha sonora e indie- eletrônico a fim de aproximar suas composições a uma dramaturgia sonora eseu show a uma experiência cênica. O contraponto trazido pela densidade das letras, pelos samples e pelas timbragens sintetizadas, investiga simbologias que representem o paradoxo do ancestral e do contemporâneo, da humanidade e das máquinas, do selvagem e do urbano, do sagrado e do profano.

 


A estreia de “O Que Não Cabe” virá com um videoclipe e estará disponível em todas as plataformas no dia 16/4.
Para acompanhar esse lançamento e conhecer mais, acesse o link na bio da artista no instagram @_florestha, faça o pré-save ou siga nas redes!

 

REDES E STREAMINGS


Instagram: https://www.instagram.com/_florestha/
Facebook: https://www.facebook.com/floresthamusic
Youtube: https://www.youtube.com/florestha

 

PRÉ- SAVE
https://tratore.ffm.to/oquenaocabe

Atividades, que envolvem a obra do autor infantojuvenil, incluem contação de história e palestras ao vivo, transmitidas pelas redes sociais da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto e também pela TV Câmara. A programação da semana oferece ainda encontro do Clube do Livro, que discutirá a obra de Romain Gary, “A vida pela frente”

 

 

Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto apresenta a programação da semana da 40tena Cultural que inclui contação de história, encontro ao vivo com o escritor infantojuvenil Ricardo Azevedo e mais uma edição do Clube do Livro. Todas as atividades são gratuitas e abertas à população e serão transmitidas pelas plataformas digitais da entidade: https://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/), canal do Youtube (https://www.youtube.com/user/FeiraDoLivroRibeirao) e Instagram (@fundacaolivrorp).

 

O primeiro encontro acontece na próxima terça-feira (13/4), às 16 horas, com a atriz ribeirão-pretana, Gracyela Gitirana, que contará a história “Cozinhando com Utopim”, inspirada na obra do autor Ricardo Azedo.

 

 

A contação foi gravada no espaço cultural da Biblioteca Municipal Guilherme de Almeida. “O utopim é uma semente que aparece nessas histórias e é muito poderosa. Por isso, acredito que essas histórias nunca vão envelhecer”, comenta Gracyela. Segundo ela, o conto tem o intuito de quebrar o paradigma do cotidiano. “Além de ter o olhar de vontade da mudança (e que é possível ser feliz), a história mostra que precisamos criar condições internas para que isso aconteça”.

 

Encontro com Ricardo Azevedo

 

Na quarta-feira (14/04), os estudantes têm um encontro marcado, ao vivo e on-line, com o escritor Ricardo Azevedo, em dois horários: às 11h10 e 11h45. O bate-papo, mediado pela professora Marinêz Ricardo, será transmitido também no Programa Escola na TV desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Câmara Municipal de Ribeirão Preto, e pelos canais da Fundação, o que permite acesso para todos os interessados em ouvir o autor.

 

 

Participante de várias feiras literárias pelo mundo, entre elas a FIL, Ricardo Azevedo destaca a importância de estar próximo do público. “É sempre muito gratificante poder conversar com leitores, perceber que a cultura está viva e poder discutir sobre a literatura”. Durante o bate-papo, o autor irá abordar como começou a escrever, falar sobre a diferença entre livros didáticos e livros de literatura e contará ainda um pouco sobre seu trabalho. 

Com 41 anos de carreira, o escritor faz uma reflexão desse tempo e afirma que só terá espaço para transformação no Brasil em um país mais civilizado e equilibrado, quando existirem mais leitores. “Precisamos de mais pessoas que saibam diferenciar os vários tipos de livros existentes e utilizá-los em benefício próprio. Infelizmente, estamos longe disso”, afirma. Ricardo ainda destaca que o encontro é a oportunidade de humanizar a literatura e de se aproximar dos leitores.

As atividades são realizadas pela Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, Governo Federal, Lei Aldir Blanc e Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

 

Clube do Livro

O tradicional encontro do Clube do Livro também acontece nessa semana e irá abordar a obra de Romain Gary, “A vida pela frente”. A atividade será transmitida através do Youtube e plataforma digital da instituição, às 16h do sábado (17/04). Os participantes devem acessar o link, disponibilizado na BIO do Instagram da Fundação.

Vencedor do prêmio Goncourt, o “A vida pela frente” tornou-se um dos romances mais vendidos do século XX. Segundo a mediadora, bibliotecária e coordenadora do projeto, Gabriela Pedrão, a obra foi uma sugestão dos participantes do grupo.

 

“É um livro bastante sensível e delicado. É sobre um sobrevivente de Auschwitz. Vamos ter uma reflexão mais introspectiva”, comenta a bibliotecária.

 

 

SERVIÇO

Contação de História, “Cozinhando com Utopim”
Com Gracyela Gitirana, atriz
Data: 13 de abril (terça-feira)
Horário: 16h
Plataformas de exibição: plataforma digital – site (www.fundacaodolivroeleiturarp.com) e Youtube (www.youtube.com/user/FeiraDoLivroRibeirao)

Bate-papo com Ricardo Azevedo
Com Ricardo Azevedo (escritor). Mediação de Marinêz Ricardo (professora)
Data: 14 de abril (quarta-feira)
Horário: 11h10 e 11h45
Plataformas de exibição: Programa Escola na TV (https://www.youtube.com/channel/UCVHeg_ldv3juI7NZcRShMjA) e plataforma digital (www.fundacaodolivroeleiturarp.com)

Clube do Livro, “A vida pela frente”, de Romain Gary
Com Gabriela Pedrão, bibliotecária e coordenadora do Clube do Livro
Data: 17 de abril (sábado)
Horário: 16h
Plataformas de exibição: Plataforma digital - site (www.fundacaodolivroeleiturarp.com) e Youtube (www.youtube.com/user/FeiraDoLivroRibeirao)

O projeto 40tena Cultural

O projeto 40tena Cultural, que começou em março de 2020 com uma programação consecutiva, já realizou mais de 100 atividades e interagiu com mais de 35 mil pessoas. O 40tena Cultural, realizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, tem como proposta incentivar as pessoas a ficarem em casa durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). Semanalmente, são divulgadas atividades que abrangem desde as transmissões ao vivo com artistas e convidados até contação de histórias para crianças, shows, dicas e discussões de livros. Para acompanhar a programação semanal, basta acessar as redes sociais da Fundação do Livro e Leitura:

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (facebook.com/FundacaodoLivroeLeituraRP)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma www.fundacaodolivroeleiturarp.com

 

 

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas sua realização foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.



 

 

O evento será on-line, com atividades culturais e formativas 

 

 

 

De 18 a 23 de abril, a “Academia Livre de Música e Artes – Alma”, realizará a edição especial do “Festival Fiato al Brasile - 2021”, projeto contemplado no edital do ProAC LAB, (Programa de Ação Cultural), da Lei Aldir Blanc. 

Devido a pandemia do Covid-19, o festival será realizado de forma on-line, trazendo uma programação especial, com concertos, conferências, masterclasses e palestras virtuais, que serão transmitidos pelo canal do YouTube da Alma.

As masterclasses e palestras serão realizadas no dia 22 de abril, a partir das 14h30, pela plataforma Zoom e YouTube. Os interessados em participar das atividades formativas do festival, devem se inscrever  no site da Alma (http://www.almarp.com.br/) até dia 20/04. 

Os participantes serão divididos em duas categorias: Alunos (estudantes de flauta, saxofones, clarineta, violão e viola caipira) e pais, mães e responsáveis (famílias que tenham membros matriculados em classes de violino com o método Suzuki). Após as atividades, os participantes  receberão um certificado emitido pelo festival.
Além dessas atividades, integra também a programação do Fiato, o lançamento do documentário “Fiato.doc”, com estreia marcada para o último dia, fechando a programação do evento. 

De acordo com Rafael Fortaleza, doutorando (licenciado) em Composição Musical pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), compositor, diretor artístico e musical do festival, o empenho é para que o conteúdo produzido alcance o objetivo principal do evento, de difundir música com qualidade, totalmente gratuita e acessível. “Os concertos virtuais são diferentes, envolvendo gravações antecipadas, a participação simultânea de muitos alunos, professores e profissionais da música, além de edição de imagens e áudio. O evento será um marco para a Alma e também para todos os participantes envolvidos, diante das circunstâncias que estamos vivendo”, explica Rafael.

 


O “Festival Fiato al Brasile - 2021”, edição especial, foi contemplado no edital no. 40 do ProAC LAB. É uma realização do Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial da Cultura, do Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e da Alma - Academia Livre de Música e Artes. Conta com as parcerias brasileiras do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP/USP) e do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), além das parcerias internacionais da Escola Comunal Giuseppe Sarti, da Escola de Artes e Ofícios Angelo Pescarini, do Liceu Artístico e Musical Antonio Canova Forli, do Instituto Lugo Silvestro Gherardi, da União de Romagna e Faenza, e do Ministério da Educação e Pesquisa, todos na Itália, além da escola de música Rauman e do Conservatório de Palmgren, na Finlândia.

 Inscrições para atividades formativas do 1º FestMAO foram prorrogadas

 

 

As inscrições para as atividades formativas do 1º FestMAO (Festival de Música e Arte Online), foram prorrogadas até dia 16/04, devido a adequação de todo festival ao “Plano São Paulo”, de combate ao Covid-19. 

 

Produzido pelos artistas Allê Trajan e Carol Capacle, o FestMAO nasceu a partir da necessidade de se reinventar diante do cenário pandêmico e tem como objetivo fomentar a cena e os projetos de música autoral locais e regionais, os artistas independentes em geral.  

 

A programação das atividades contempla um workshop, um masterclass e três rodas de conversa, apresentando conteúdos de grande relevância, comandados por profissionais gabaritados em cada área. (Confira abaixo o tema de cada um delas e os convidados)  

 

As vagas para participar das atividades, tendo acesso e possibilidade de interação na sala Zoom com os convidados, são limitadas. Para participar basta se inscrever gratuitamente no site do festival (www.festmao.com.br). O FestMAO quer a participação de todos em sua programação. Então, pensando nisso, todas as atividades formativas terão intérpretes de libras e terão transmissão em tempo real no canal do YouTube “Palco FestMAO”.  

 

Programação atividades formativas  1º FestMAO:

 – RODA DE CONVERSA: “Identidade e produção de conteúdo - o marketing digital para artistas” - com Cesar Santos, Cami Vincci e Laura Brunello 

 

– RODA DE CONVERSA: “Os artistas e a pandemia: reflexões e partilhas” – com Isadora Benedetti, Pris Lo e Matheus Arcaro 

 

– RODA DE CONVERSA: “Elaboração e execução de projetos culturais” - com Flavio Racy, Jacque Falcheti e Paulo Capelozza 

 

– MASTERCLASS: “Empreendedorismo e Gestão de Negócios no Mercado Musical” – com Erick Krulikowski 

 

– WORKSHOP: “Os descaminhos da composição” – com Celso Monari  

 

O FestMAO é um Projeto financiado com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, através do PROAC - Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo. 

 

 

 

O show “Chão de Flutuar”, um duo com o pianista paraibano Salomão Soares e a cantora e compositora paulistana Vanessa Moreno, será transmitido pelos canais da entidade no dia 31/03, às 20 horas. Repertório será composto por canções brasileiras em uma apresentação de voz e piano

 

 

A cantora e compositora Vanessa Moreno e o pianista Salomão Soares são as atrações do projeto 40tena Cultural da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto nesta quarta-feira (31/3), às 20 horas. O show “Chão de Flutuar” será transmitido pelo canal do Youtube (FeiraDoLivroRibeirao) e plataforma oficial da entidade (www.fundacaodolivroeleiturarp.com). O repertório promete levar ao público internauta, além da voz e piano, a brasilidade com nuances rítmicas, espontaneidade e improvisação. O projeto é realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, ProAc, Governo Federal e a Lei Aldir Blanc.

 

Segundo a cantora Vanessa Moreno, o show traz clássicos da música brasileira. “Preparamos tudo com muito carinho. São várias canções do nosso disco ‘Chão de Flutuar’ e também algumas novidades que tocamos ao longo do último ano”.

 

Músicas como “Canção do Amanhecer”, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes; “Correnteza”, de Tom Jobim e Luiz Bonfá; “Boca de Leão”, de Filó Machado; “Ninho de Vespa”, de Dori Caymmi, são algumas melodias que ganham novas interpretações no show da dupla. Outras canções, que fazem parte do disco, também compõem o repertório, como “Conversando no Bar”, de Milton Nascimento e Fernando Brant; “Quebradeira de coco”, de Roque Ferreira; “Sanfona”, de Egberto Gismonti; “Pedro Brasil”, de Djavan; “Via Crucis”, de Guinga e Edu Kneip; “Xi, de Pirituba a Santo André”, Rafael Alterio e Kleber Albuquerque; “Sanfona Sentida”, de Dominguinhos e Anastácia e “Fica Mal com Deus”, de Geraldo Vandré.

 

 

 

“Esperamos que as pessoas se divirtam assim como nos divertimos tocando juntos. É sempre uma alegria poder criar esse formato de duo, em que há bastante espaço para a criação e a experimentação das sonoridades”, comenta o pianista Salomão Soares. Para o artista, os movimentos artísticos durante a pandemia e isolamento social são de fundamental importância, pois é uma forma de proporcionar um pouco de alegria às pessoas. “Estamos todos sensíveis. A arte é uma ferramenta importante para que possamos nos aproximar de nossas essências e tentarmos sobreviver nesse período de tantas dores, medos e perdas”, destaca. Para Vanessa Moreno, o show será uma forma de conexão com o público. “As pessoas podem sentir abraçadas ao se conectarem com essa música que passa por nós. Foi tudo feito com carinho e cuidado”.

 

 

Sobre os Artistas 

Vanessa Moreno, que em 2017 e 2018 foi vencedora do Prêmio Profissionais da Música na categoria 'Cantora', é natural de São Bernardo do Campo (SP). Iniciou seus estudos musicais aos 15 anos por intermédio do violão. A partir de então, vem construindo uma considerável trajetória como intérprete e compositora, com uma carreira repleta de experiências em diferentes vertentes musicais, sendo reconhecida atualmente como uma das grandes revelações da música brasileira. A cantora tem dois discos lançados com o contrabaixista Fi Maróstica, “Vem Ver (2013) e Cores Vivas - Canções de Gilberto Gil (2016), um CD solo “Em Movimento” e em 2019 lançou “Chão de Flutuar”, em duo com o pianista paraibano Salomão Soares. Vanessa ainda integrou durante quatro anos o trabalho "Saraivada", de Chico Saraiva (Prêmio Visa 2009) ao lado do percussionista Ari Colares. Participou de gravações e shows com artistas da música brasileira, como Gilberto Gil, Roberto Menescal, Rosa Passos, Fabiana Cozza, Chico Pinheiro, Sergio Santos, Swami Jr., Arismar do Espírito Santo, Filó Machado, Zé Pitoco, Nailor Proveta, Mônica Salmaso, Maria Gadú, Tó Brandileone, Criolo, Dani Black, Alexandre Ribeiro, Marcelo Pretto, Toninho Ferragutti, Ellen Oléria, Renato Braz, Mônica Salmaso, entre outros.   Para conhecer mais sobre a artista acesse: www.youtube.com/vanessamoreno .

 

Salomão Soares   é vencedor do Prêmio MIMO Instrumental 2017, finalista do Piano Competition no Festival de Montreux 2017 – Suíça, vencedor do Prêmio Novos Talentos do Festival Savassi 2018. Foi artista convidado para quatro shows no Festival SESC Jazz 2018 - um dos mais renomados festivais de jazz da América Latina, sendo convidado especial de Hermeto Pascoal para o show de encerramento do mesmo evento. Aos 30 anos de idade, Salomão Soares vem se destacando como uma das grandes revelações da nova geração de pianistas brasileiros. Nascido e criado em Cruz do Espírito Santo, interior da Paraíba, e atualmente morando em São Paulo, Salomão é pianista, arranjador e compositor. Já dividiu palco com nomes marcantes da música brasileira como Hermeto Pascoal, Leny Andrade, Toninho Horta, Filó Machado, Hamilton de Holanda, Nenê, Vinicius Dorin, Itiberê Zwarg, Altay Veloso, Arismar do Espírito Santo, Mônica Salmaso, Renato Braz. Em 2018 o pianista lançou seu primeiro CD “Alegria de Matuto” e um disco em duo com o acordeonista Toninho Ferragutti. Em 2019, lançou “Colorido Urbano”, álbum de estreia de Salomão Soares Trio (Selo Blaxtream) e o CD “Chão de Flutuar” duo com a cantora e compositora Vanessa Moreno. Para conhecer, acesse: http://www.salomaosoares.com.br/.

 

 

O projeto 40tena Cultural

O projeto 40tena Cultural, que começou em março de 2020 com uma programação consecutiva, já realizou mais de 100 atividades e interagiu com mais de 40 mil pessoas. O 40tena Cultural, realizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, tem como proposta incentivar as pessoas a ficarem em casa durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). Semanalmente, são divulgadas atividades que abrangem desde as transmissões ao vivo com artistas e convidados até contação de histórias para crianças, shows, dicas e discussões de livros. Para acompanhar a programação semanal, basta acessar as redes sociais da Fundação do Livro e Leitura:

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (facebook.com/FundacaodoLivroeLeituraRP)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma www.fundacaodolivroeleiturarp.com

 

 

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas sua realização foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

 

Malbec Bleu foi criada por Alberto Morillas, perfumista espanhol responsável por desenvolver mais de 250 perfumes de marcas internacionais 

 

Alberto Morilas

 

 

A marca mais vendida* da perfumaria masculina brasileira estreia uma nova versão, criada por um dos maiores perfumistas do planeta. Malbec Bleu, nova fragrância do Boticário, combina força e sensualidade, com um frescor inesperado para um Malbec. O resultado é uma fragrância intensa e marcante, de excelente performance e que tem a assinatura de Alberto Morillas, perfumista espanhol responsável pela criação de mais de 250 perfumes de marcas internacionais nos últimos 20 anos. 

 

“Malbec Bleu é fragrância que representa o mar trazendo um frescor de muita personalidade. O grande desafio desse projeto foi trazer um frescor marcante e moderno para o coração amadeirado da marca. Trabalhamos com o contraste das notas amadeiradas com as notas aquáticas da molécula AQUOZONE®, ressaltando uma tonalidade mineral e uma assinatura de força totalmente inovadora”, celebra Morillas, ao relembrar que foram produzidos inúmeros ensaios antes de chegar ao resultado final. 

 

A fragrância mais refrescante da linha Malbec – sucesso de vendas há 17 anos – é resultado da alquimia entre notas amadeiradas do Sândalo e do Musgo de Carvalho com notas marinhas Aquozone®, uma molécula sintética que garante um frescor aquático potente e notas minerais muito modernas – trazendo toda a sinestesia da cor azul. 

 

Malbec Bleu oferece frescor com muita personalidade e torna-se uma nova forma de atração. Com o lançamento, Malbec entra no território da família olfativa Fougère Fresco, sem perder a potência e a sofisticação características da marca. 

 

Compromisso com o meio ambiente 

Além de um olfativo surpreendente e inédito, Malbec Bleu tem ainda diferentes atributos de sustentabilidade. A fragrância atinge excelentes resultados no Ecoscent Compass, ferramenta desenvolvida pela Firmenich, projetada para medir a sustentabilidade de suas produções, visando promover impacto positivo no meio ambiente e social. 

 

Malbec Bleu possui ingredientes extraordinários que, por muitas vezes, são desperdiçados no processo de produção. Para evitar esta perda, Bleu é feito com o exclusivo POLYSANTOL®, uma matéria-prima única, resultado da cadeia circular que reutiliza a sobra das madeiras usadas na indústria de papel, e seriam inutilizadas, e a transforma em uma substância amadeirada rica e potente. 

 

Outros componentes são cultivados por diversas comunidades ao redor do mundo – como Ylang de Comoros, a Lavandin da França e o Patchouli da Indonésia. Por meio do programa Naturals Together, que aumenta a rastreabilidade e a sustentabilidade da cadeia de abastecimento, é possível acompanhar a contribuição na melhoria da vida de mais de 4 mil agricultores por meio do aumento da renda, construção de escolas e implementação de sistema de saúde. 

 

A produção de Malbec Bleu conta ainda com o Ecoálcool, feito a partir do bagaço da cana e outros resíduos de biomassa, que antes eram queimados ou descartados. Este processo também garante a redução na pegada de carbono em mais de 30% em relação ao álcool tradicional. A tecnologia para essa produção foi desenvolvida pela Raizen e o Grupo Boticário é o primeiro da indústria de cosméticos nacional a utilizar o EcoÁlcool em 100% de sua produção de perfumaria. 

 

*Fonte: Euromonitor International Limited; Passport Beleza e Cuidados Pessoais, edição 2020, Malbec por nome local da marca; Vendas Totais no Varejo; dados de 2019. 

Com um novo consultório recém inaugurado na cidade de Ribeirão Preto, o especialista em Harmonização Facial Dr. Diogo Branco comenta os procedimentos que estão em alta no momento.

 

Um deles é a lipoaspiração de papada, um procedimento cirúrgico feito no próprio consultorio, sem necessidade de internação. Indicada para quem sofre com aquela gordura na região do pescoço, conhecida popularmente como papada ou "queixo duplo".

 

Segundo Diogo Branco, o procedimento é rápido, pouco invasivo e indolor. "Aplicamos anestésico no local para que seja o mais confortável possível ao paciente. O legal desse procedimento é que vemos a gordura saindo, sendo aspirada pela bomba que faz a aspiração. Ou seja, ela é 100% efetiva, diferente de outros procedimentos como a lipoaspiração enzimática, onde injeta-se enzimas que ajudam na remoção da gordura."

 

Outra tendência em seu consultório é a Otoplastia não-cirurgica, que é a correção das "orelhas de abano" de forma definitiva e sem necessidade de uma cirurgia. "Essa técnica é surpreendente, pois traz ótimos resultados para um problema que antes só poderia ser solucionado com uma cirurgia plástica."

 

Para conhecer estes e outros tratamentos, entre em contato com o Dr. Diogo Branco, que atende em Ribeirão Preto e também em São Paulo. Instagram @drdiogobranco

29 jan/21

 

No dia 07/02 (domingo)  vai ao ar “ANDDRE MAFRA - III | EP VISUAL”, um projeto do compositor Anddre Mafra elaborado com a produtora Carol Borges em parceria com a Fundação Cultural de Uberaba(MG) através de incentivo da Lei Emergencial de Cultura Aldir Blanc.

 

 

O projeto contou com a produção, direção e edição da produtora Carol Borges, assistência de produção e câmera de Hugo de Brito e assistência de produção por Fernanda Tormin. Seu lançamento conta com imagens da cidade de Uberaba (MG) e arredores, sintetizando canções do próximo álbum de Anddre, com data prevista para Junho de 2021.

 

E estará disponível pelo canal do artista a partir do dia 7/2:

 

www.youtube.com/anddremafra

               

 

Para mais informações: https://linktr.ee/anddremafra

25 jan/21

Dr. Diogo Branco inaugura neste mês seu novo consultório, na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

 

Especialista em Harmonização Facial, Dr. Diogo Branco chega em 2021 repleto de novidades. Seu novo consultório, localizado numa região nobre de RIbeirão Preto, acaba de ser inaugurado.

 

O consultório foi projetado pelo arquiteto Alexandre Sgobbi, e conta com peças clássicas e modernas, conforme pedido do próprio cirurgião Diogo Branco.

 

"A ideia é que o consultório chame atenção por sua beleza. A estética faz parte do meu trabalho, e deve estar presente em cada canto do meu consultório também. Para mim, é importante ter esse olhar também para o que é belo, nas coisas. Nesse sentido, o trabalho de um arquiteto se assemelha ao meu: temos que ter olhar para a simetria, para a proporção, para aquilo que agrada aos olhos de quem vê."

 

Para Dr. Diogo Branco, o consultório é um presente também aos seus pacientes. Segundo ele, ter um lugar mais confortável é uma forma de retribuir o carinho que recebe dos seus pacientes ao longo de todos esses anos de atendimento clínico.

 

O consultório do Dr. Diogo Branco fica em Ribeirão Preto, na Avenida Wladimir Meirelles. Para maiores informações, basta acessar o próprio instagram do Diogo Branco, que é @drdiogobranco e entrar em contato com sua secretária

 

#diogobranco #drdiogobranco #harmonizaçãofacial

Atividades gratuitas e abertas ao público serão transmitidas remotamente pela plataforma da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão, YouTube e Instagram nos dias 19 e 21 de janeiro

 

A programação da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, através do projeto 40tena Cultural, apresenta duas atividades na próxima semana: um bate-papo sobre o mercado editorial alternativo e independente e mais um encontro mensal do quadro fixo “Defenda seu Best”, que neste mês de janeiro terá a participação do escritor Alexandre Ribeiro, defendendo a obra de Mia Couto, “E se Obama fosse africano?”.

 

 Alexandre Ribeiro. Foto: Lucas Sampaio

 

A programação começa na terça-feira (19/01), às 20 horas, com a discussão sobre “Uma nova utopia: Editora Antofágica”, com um dos fundadores da Editora Antofágica, Rafael Drummond. No encontro, Drummond fará uma abordagem sobre o momento em que o mercado de editoras está passando e a própria história da editora Antofágica. “Mesmo um mercado em crise, é possível evoluir, ter êxito através de boas ideias e feeling”, comenta.

 

 Rafael Drummond

 

Para ele, o momento é do aparecimento de novos caminhos para contornar a situação de crise que o mercado atravessa. “Não acho que tudo isso seja uma nova utopia. Pelo contrário, é o momento de focar no trabalho e ter ideias boas, adaptando ao mercado atual e tentando fazer acontecer para que realmente aconteça”, explica.

 

A atividade será mediada por Ni Brisant, poeta e editor da Editora Selin Trovoar, e transmitida, ao vivo, pela plataforma da instituição (www.fundacaodolivroeleiturarp.com), YouTube (FeiraDoLivroRibeirao) e Instagram (@fundacaolivrorp), às 20 horas.

 

 

Defenda Seu Best

A segunda atividade da semana será realizada na quinta-feira (21/01), às 19h, nas plataformas da Fundação do Livro e Leitura – Instagram, YouTube e site. O quadro fixo da 40tena Cultural, “Defenda seu Best”, terá a participação do escritor Alexandre Ribeiro que escolheu a obra de Mia Couto, “E se Obama fosse africano?”. O encontro ao vivo será mediado pela produtora cultural, Priscila Prado.

 

 

“Já li outras duas obras do Mia Couto e quero levar essa ideia sobre o que é literatura. A obra tem uma proximidade com o período atual”, revela Alexandre Ribeiro que tem a expectativa de conduzir um bate-papo descontraído e leve, mas que expresse a profundidade da obra. Segundo ele, o livro aborda assuntos como países periféricos no mundo, o papel do idioma, racismo, colonialismo etc. “Que o público venha de coração aberto, sem nos levar muito a sério, pois com essa ideia em levar tudo a sério, acabamos tropeçando no ego. A literatura é esse abraço: de peito aberto, são portas e caminhos que podemos entrar”, desabafa o escritor.

 

SERVIÇO:

 

Bate-Papo: “Uma nova utopia: Editora Antofágica”
Com Rafael Drummond (fundador da Editora Antofágica) e mediação de Ni Brisant (poeta e editor da Selin Trovoar)
Data: 19 de janeiro (terça-feira)
Horário: 20h
Plataformas de exibição: Instagram (@fundacaolivrorp), YouTube (FeiraDoLivroRibeirao) e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (www.fundacaodolivroeleiturarp.com)

 

 

“Defenda seu Best – ‘E se Obama fosse africano?’, de Mia Couto”
Com Alexandre Ribeiro (escritor) e mediação de Priscila Prado (produtora cultural)
Data: 21 de janeiro (quinta-feira)
Horário: 19 horasPlataformas de exibição: Instagram (@fundacaolivrorp), YouTube (FeiraDoLivroRibeirao) e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (www.fundacaodolivroeleiturarp.com)

 

O projeto 40tena Cultural

O projeto 40tena Cultural, que começou em março de 2020 com uma programação consecutiva, já realizou mais de 100 atividades e interagiu com mais de 38 mil pessoas. O 40tena Cultural, realizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, tem como proposta incentivar as pessoas a ficarem em casa durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). Semanalmente, são divulgadas atividades que abrangem desde as transmissões ao vivo com artistas e convidados até contação de histórias para crianças, shows, dicas e discussões de livros. Para acompanhar a programação semanal, basta acessar as redes sociais da Fundação do Livro e Leitura:

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (facebook.com/FundacaodoLivroeLeituraRP)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma www.fundacaodolivroeleiturarp.com

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas sua realização foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.



 

Cinépolis no Iguatemi Ribeirão Preto adotou protocolos especiais. Crédito Divulgação

 

As férias de janeiro de 2021 serão acompanhadas por boas histórias no mundo da fantasia e de aventuras nos universos de animes e dos super-heróis. Com opções para toda família as salas da Cinépolis do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto terão programação especial já na primeira semana do ano.

O destaque fica por conta de "Mulher-Maravilha 1984", em que a arqueóloga Diana, que trabalha no Museu Smithsoniano, possui poderes extraordinários. Considerada a heroína mais forte do mundo, ela enfrentará um novo desafio nesta temporada.

 

Já para os jovens e adultos, uma das opções é o anime japonês "O Tempo com Você", que conta a história de Hodaka e de Hina, que juntos enfrentam seus dramas pessoais e buscam trazer a alegria para Tóquio, que enfrenta uma chuva inesperada que assola o verão.

 

Infantil

O público infantil será contemplado com duas animações que prometem agradar a toda família. Em "Sapatinho Vermelho e os Sete Anões", uma releitura do clássico "Branca de Neve", o beijo da princesa de sapatos vermelhos é a única cura para os sete anões que, na verdade, são príncipes arrogantes. A disputa pelo beijo da princesa fará com que eles mudem suas visões de mundo e entendam o verdadeiro significado da beleza.

Já em "Trolls 2", a aventura começa quando a rainha Poppy e seu amigo Tronco descobrem que há outros mundos e suas diferenças criam grandes confrontos entre as diversas tribos. No entanto, quando uma ameaça misteriosa coloca todos os Trolls do país em perigo, Poppy e seu grupo embarcam em uma jornada épica para criar harmonia entre os Trolls rivais e uni-los contra um mal maior.

 

Protocolos de segurança

Para garantir o lazer e a segurança do público, as salas de cinema da Cinépolis do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto adotaram rígidas medidas de higiene, entre elas a completa limpeza das salas entre as sessões, uso de EPI pelos colaboradores, redução de capacidade com assentos marcados e bloqueados e sinalizações para incentivar o distanciamento. Além disso, toda a renovação do ar na sala é automática e feita por dutos separados para a entrada e saída, o que torna o ambiente ainda mais seguro.

 

Os procedimentos correspondem também as diretrizes do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto que segue as recomendações das autoridades competentes e todos os protocolos de saúde e proteção que incluem o uso obrigatório de máscaras, medição de temperatura, tapetes sanitizantes para a desinfecção dos solados de calçados nas entradas, reforço das rotinas de limpeza e álcool em gel à disposição.

 

Informações sobre horários, programação e valores dos ingressos podem ser obtidos através do site https://www.cinepolis.com.br/programacao/ribeirao+preto/30.html .

O evento, reúne trabalhos de renomados profissionais de arquitetura, design de interiores e paisagismo, realizado em um formato híbrido aperfeiçoando a experiência do público

 

Espaço "Varanda Conexão" de Adriana Fontana. Crédito: Felipe Araujo

 

 

A implantação de inovações tecnológicas como imagens em 3D, anuários em versão digital e ações de comunicação por meio de diferentes plataformas, entre outras ferramentas, conquistou o público do projeto JANELAS CASACOR Ribeirão Preto, que acontece até domingo, dia 20 de dezembro, em Ribeirão Preto.

 

Espaço Des(continuo) de Eduardo Franco. Crédito: Felipe Araujo

 

De acordo com Maurício Siqueira, organizador do JANELAS CASACOR Ribeirão Preto, o formato adotado na edição de 2020 demonstra a capacidade de inovação da mostra que representa uma referência na apresentação de tendências.

"O retorno está sendo superpositivo nas visitações online e presencial, principalmente, porque está sendo um formato inovador e democrático, que possibilita a visitação de todos interessados em ver os ambientes e conhecer a proposta da CASACOR Ribeirão Preto", afirma Siqueira.

 

Espaço "Relaxar, Recarregar, Reconectar" de Juliana Affini e Patricia Makhoul. Crédito: Felipe Araujo

 


O organizador do projeto revela ainda que o formato híbrido impulsionou o número de seguidores nos canais digitais e permitiu uma aproximação e interação mais ampla entre o público, a organização e os profissionais envolvidos no projeto.

 

Espaço "Estação Gourmet Deca" de Ana Paula Guimarães e Thiago Manarelli. Crédito: Felipe Araujo

 

"O acesso digital fortaleceu bastante e tivemos grande registro de visitantes de cidades da região e de Minas Gerais. Nossa ideia é manter essa experiência nas próximas edições como uma forma de impulsionar negócios", reforça Mauricio.

 

Últimos dias

O público pode conferir os diversos ambientes que integram o projeto JANELAS CASACOR Ribeirão Preto, até domingo (20/12), que está em exposição com quatro espaços no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto e dois no Espaço de Negócios da Perplan. Ainda é possível fazer um tour completo on-line pelo site www.janelascasacor.com.

Os ambientes do projeto combinam recursos tecnológicos e digitais, com QR codes para o visitante ter uma experiência mais completa, garantindo a segurança e o distanciamento exigidos pelo momento.

 

Espaço "Equilíbrio" de Mônica Costa. Crédito: Felipe Araujo

 

Janelas CASACOR Ribeirão Preto
Data: de 16 de novembro e 20 de dezembro
Locais:


- Shopping Iguatemi Ribeirão Preto
Av. Luiz Eduardo Toledo Prado, 900 - Vila do Golfe

- Perplan/ Central de Negócios
Rua: Giuseppe Cilento, 1881 - Jardim Botânico

Horários:
- Shopping Iguatemi Ribeirão Preto: de segunda a sábado das 12h às 22h ; domingos e feriados das 12h às 20h
- Perplan/Central de Negócios: de segunda a domingo das 8:30 às 19h - às quintas-feiras até 22h.

*Evento Gratuito

17 dez/20

Gula Biagi oferece cardápio de Natal

postado por Diogo Branco

Receitas tradicionais natalinas, com sabor de festa de final de ano, estão no cardápio pronto para ser consumido em casa na noite de Natal

 

 

Mais uma vez, o empresário gastronômico Gula Biagi oferece cardápio tradicional de Natal – pronto para ser consumido em casa, durante a ceia de Natal ou no almoço do dia 25 de dezembro. As encomendas podem ser feitas até dia 21/12 (sexta-feira), às 21 horas.

 

O cardápio inclui várias opções como bacalhoada com legumes (batata, brócolis, alho, cebola e tomate) – com 1,4kg de aproximado de bacalhau; pernil suíno (3kg) assado durante sete horas (batatas, grelhadas e tomatinho cereja; paleta de cordeiro (1,80 kg aproximado) com batatas grelhadas; tender tradicional com frutas e fio de ovos, abacaxi e ameixa (1,5kg aproximado), peru natalino (2,2kg aproximado) com frutas caramelizadas e farofa; farofa doce e salgada; arroz de champanhe com amêndoas; brie folhado  já assado com mel e pistaches e torta mousse crocante como opção de sobremesa.

 

As encomendas podem ser feitas pelo telefone ou whatsapp (16) 98133-6298. A retirada pode ser feita no local (Rua Álvares Cabral, 1270) ou consultar entregas.

 

Rotisserie Gula Biagi - a casa oferece também cardápios congelados que inclui carnes cozidas no sous-vide, molhos, massas, entradas diversas e caldos.  O horário de funcionamento é das 9 às 17h30 de segunda a sexta-feira. O local opera com retirada no local ou serviço de entrega (consultar a taxa). Aos sábados, o empresário oferece uma opção diferente de almoço, pronto para ser consumido em casa.

 

Durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), empresários da área gastronômica e de eventos encontram um novo modelo de negócios. Atingido diretamente pelas medidas de restrição que proibiram a realização de eventos e festas em função do isolamento social, o empresário gastronômico de Ribeirão Preto, Gula Biagi, reinventou sua forma de trabalhar e hoje oferece um novo produto: pratos prontos ou congelados com a mesma tradição, sabores e cuidados do buffet.


Sobre Gula Biagi

É proprietário da empresa Gula Biagi Eventos Gastronômicos que inclui o Buffet Gula Biagi (atuante na área de organização e assessoria de eventos e buffet), a Loca Mobile (aluguel de móveis e acessórios para festa) e o Bistrô Le Gule (espaço para festas e eventos). Trabalha na área de alimentação desde 1995, sempre buscando aperfeiçoamento e reciclagem em cursos de alta gastronomia e em companhias de grandes cozinheiros. Teve passagens por grandes escolas de São Paulo.

Os eventos, que serão transmitidos pelo canal da instituição no Youtube, acontecem na quinta-feira (17/12) e na sexta-feira (18/12), a partir das 15 horas, abordando diferentes momentos da história da música de maneira lúdica e descontraída

 

A Instituição Aparecido Savegnago promove uma série de palestras de apreciação musical para inserir o público no universo dos grandes concertos. A atividade, que terá transmissão pelo canal da instituição no Youtube, apresenta diferentes momentos da história da música de maneira lúdica e descontraída.

 

De acordo com Lucas Galon, diretor artístico da Instituição Aparecido Savegnago e responsável pelo roteiro e apresentação das palestras, a proposta é possibilitar a participação de quem faz estudos na área musical e de quem não possui o conhecimento técnico, mas admira esse universo.

 

"As palestras são direcionadas para pais e filhos porque têm conteúdo sobre músicas específicas, que ajudam as pessoas a entenderem a música de concerto. São importantes para quem faz aula, mas podem ser acompanhadas por todos interessados, já que são feitas de forma lúdica, descontraída e sem linguagem técnica", afirma Galon.

 

 

 Lucas Galon, diretor artístico da Instituição Aparecido Savegnago e responsável pelo roteiro e apresentação das palestras

 

 


A primeira apresentação, que aconteceu no dia 10 de dezembro, abordou os aspectos da "5ª Sinfonia", de Ludwig van Beethoven, contemplando o período clássico dos concertos. Na quinta-feira (17/12), o conteúdo será sobre "O trenzinho do caipira", de Heitor Villa-Lobos, que faz parte do período "moderno", e na sexta-feira (18/12), a palestra será baseada na obra "O carnaval dos animais", de Camille Saint-Saens, que é uma referência do período do "romantismo".

 

"Os temas foram escolhidos de vários momentos da música. Tivemos o clássico de Beethoven e agora teremos o romantismo de Saint-Saens, que é voltado para o universo das crianças, e uma composição do século XX, da modernidade, de Villa-Lobos, que é brasileiro e indicado para um público infanto-juvenil. Contemplamos essas três fases porque são de forma lúdica e de fácil compreensão, abrangendo público e idade de maneira geral", afirma Galon.

 

Instituição Aparecido Savegnago

A Instituição Aparecido Savegnago atende cerca 160 alunos, entre crianças e adolescentes da cidade de Sertãozinho e do distrito de Cruz das Posses, que participam de cursos de violino, violoncelo, viola, contrabaixo, clarinete, flauta, saxofone, trompa, trombone, trompete, violão, teoria da música, canto coral, teatro, dança (balé e jazz), ética e cidadania e artes plásticas, além de saúde da criança, que é realizado por uma psicóloga.

Em 2020, a Instituição Aparecido Savegnago está realizando o Projeto Beija-Flor - ano 3, que foi aprovado por meio do mecanismo de incentivo fiscal do Programa Nacional de Apoio à Cultura, do Governo Federal, via Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo, e que também conta com o patrocínio da Rede Savegnago de Supermercados e da empresa Triex.

 

 

Agenda

Palestra de apreciação musical

Dia: quinta-feira (17/12), a partir das 15 horas

Tema: "O trenzinho do caipira" - Villa-Lobos

Dia: sexta-feira (18/12), a partir das 15 horas

Tema: "O carnaval dos animais" - Camille Saint-Saens

Local: Apresentação online pelo canal do Youtube da instituição no link - https://bit.ly/326BmE6